Início Infantil – Proposta Pedagógica

Infantil – Proposta Pedagógica

A Educação Infantil

Caminhamos na esperança de construir uma sociedade justa, fraterna, livre, consciente e responsável, tendo como base os seguintes princípios:

  • Formação integral do aluno, desenvolvendo suas potencialidades intelectuais, afetivas e motoras.
  • Formação do aluno, da consciência social e visão histórica e crítica da sociedade.
    Conscientização do aluno dos seus direitos e deveres enquanto cidadão.
  • Preparação do aluno para que se torne um homem sujeito de sua própria história, vivenciando a comunhão e a participação.
  • Capacidade do aluno para o acompanhamento do progresso, respeitando as raízes e sabendo escolher os sinais do tempo.
  • Promoção do processo ensino/aprendizagem em que o professor seja um elemento catalisador do processo do qual o aluno é o centro.
  • Promoção de maior integração entre a família, a escola e a comunidade, para que, através de ação e ajuda conjuntas, possam desempenhar com maior eficácia seus papéis, que se identificam à medida que pretendem desenvolver, de forma plena e integral, as potencialidades do homem.

A Proposta Pedagógica do Colégio Dom Quintino está pautada na LDB (Lei de Diretrizes e Base) e nos PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais). Nesse contexto, a escola entende o seu dever não apenas de “cuidar”, mas o de EDUCAR; entende também que a família tem papel fundamental nesse processo; e que a criança deve ser reconhecida como um ser de direitos, com capacidade de participação e principalmente respeitada com suas características individuais. Dessa forma, o Colégio Dom Quintino é constituído de um espaço estimulante, educativo, seguro, afetivo com uma equipe pedagógica preparada para acompanhar a criança nesse processo intenso de descoberta e de grande crescimento, propiciando uma base sólida que influenciará todo o desenvolvimento futuro da criança.

A Educação Infantil do Colégio Dom Quintino apresenta um trabalho pedagogicamente pensado para o desenvolvimento integral das crianças, levando em consideração os aspectos biológicos, psicológicos, intelectuais e socioculturais.

A metodologia da nossa escola está baseada numa teoria sócioconstrutivista fundamentada nos teóricos Jean Piaget, Lev Vygotsky e Paulo Freire e tem como objetivo levar a criança a explorar e descobrir todas as possibilidades do seu corpo, das relações, do espaço e através disso, desenvolver a sua capacidade de observar, descobrir e pensar, contribuindo para a formação de cidadãos conscientes e comprometidos na construção de um mundo melhor.

Filosofia da Escola

A Filosofia da Escola assume dimensão religiosa, política e social, traduzindo-se por estabelecer como eixo central a formação cristã e humana bem como, a educação para a cidadania, dando assim sua parcela de contribuição na formação de indivíduos críticos, criativos e autônomos capazes de agir no seu meio e transformá-lo.

O Compromisso com o Aprender

Por entendermos a Educação como um processo de fundamental importância para a transformação social e a conquista da cidadania, estamos cientes do papel do Colégio Dom Quintino na sociedade. Sabemos que a atividade educacional constitui um compromisso social, e que nós, seus agentes, somos responsáveis por seus resultados perante a sociedade. Mas, vamos um pouco além.

Acreditamos que o aluno tem o compromisso de aprender. Sua responsabilidade de aplicar seu conhecimento na vida social começa na escola. Por isso, trabalhamos com a convicção de que a educação não é apenas um direito, mas também um dever para com a sociedade em que vivemos.

O Aprendizado da Autonomia

Sem autonomia não se inova. Sem autonomia a cidadania não se plenifica. A autonomia aprende-se no convívio, desenvolve-se e conquista-se em ambiente de cooperação e interdependência, com respeito ao pluralismo de ideias e de modos de ser.

Partimos do pressuposto de que todo grupo se organiza em torno do respeito aos valores que beneficiem o maior número de pessoas na comunidade. Sugestões que não firam os princípios básicos da escola são sujeitas a discussão em assembleias e muito bem aceitas. Assim, colocamos em prática uma das principais razões de ser do processo educativo: a formação de cidadãos moral e intelectualmente autônomos.

De maneira democrática, ao lado dos pais, assumimos a tarefa de formar indivíduos capazes de questionar o mundo de forma responsável e competente.

A importância do Afeto e da Emoção

Compreendemos a atividade educativa como um conjunto de conhecimentos aplicados por pessoas com a finalidade de favorecer o desenvolvimento de outras pessoas. E pessoas são construídas de um conjunto de características – nem só cabeças pensantes, nem só corpos atuantes: afetos e emoções permeiam todas as atitudes e relacionamentos.

Um ambiente de trabalho alegre, cooperativo e amistoso, em que haja lugar para o afeto e a emoção e se possam expressar sentimentos, fortalece vínculos positivos entre aluno e aluno, entre professor e aluno, e entre o aluno e as tarefas escolares. Quem se sente respeitado em todos os aspectos da personalidade aceita mais facilmente o outro com suas características, suas funções e seus papéis. O grupo se articula e o trabalho flui.

Currículo

Nosso currículo está pautado nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), dividindo-se em dois campos de trabalho:

Formação Social e Pessoal – refere-se às experiências que favorecem a construção do sujeito, na construção da identidade e da autonomia.
Conhecimento de Mundo – refere-se à construção das diferentes linguagens pelas crianças e as relações que estabelecem com os objetos de conhecimentos.

Abordamos o conhecimento de mundo através das seguintes áreas de conhecimento:

Linguagem Oral e Escrita

O aluno do Colégio Dom Quintino vai aprender a ler e a escrever? Irá além disso, porque não aprenderá mecanicamente. Aprenderá a ler com compreensão os diversos tipos de textos, inclusive os bons textos literários. A leitura será uma fonte de lazer e de desenvolvimento da imaginação. Nossos alunos sabem, desde cedo, que podem usar a linguagem de forma criativa, para expressar idéias e emoções e interagir com os demais. Assim, iniciam um processo para se tornar um leitor e um escritor competente.

Conhecimento da Natureza e Sociedade

Estas atividades abrem um espaço desafiador para que as crianças observem o mundo, façam perguntas, atuem sobre os fenômenos, estabeleçam relações entre o que observam e o que sabem das coisas observadas, garantindo a compreensão de conceitos e a aprendizagem significativa.

Raciocínio Lógico Matemático

A ideia de que a Matemática é um difícil segredo, reduzindo a contas e fórmulas, provoca o distanciamento de muitos alunos dessa ciência fundamental. No Dom Quintino, as atividades encorajam a exploração de uma variedade de ideias matemáticas relativa a números, medidas, e geometria, conservando o prazer e a curiosidade. Para isso, aproveitamos situações cotidianas significativas, com jogos que envolvem a contagem e operações aritméticas, e que possibilitam desenvolver o raciocínio lógico.

Educação em Movimento (Atividades Psicomotoras)

Existe ainda uma tendência a pensar corpo e mente como realidades completamente distintas. Mas, o movimento corporal é uma importante dimensão do desenvolvimento humano e nas crianças ele está intrinsecamente ligado ao desenvolvimento da inteligência.
A exploração do ambiente e do espaço por meio do movimento é estimulada em atividades fora da sala de aula e sempre de forma lúdica. São jogos, circuitos, danças, brincadeiras, iniciação de práticas esportivas.

As propostas são ricas e desafiadoras e possibilitam o aprimoramento do movimento e a ampliação do conhecimento acerca de si e do outro.

Artes

Ver crianças pintando ou cantando são cenas comuns na Educação Infantil. Mas, é muito importante que os pais saibam que esse trabalho pode ser desenvolvido em diferentes graus de qualidade.
A experiência com as Artes abre novos horizontes para o ser humano, amplia as possibilidades de percepção do mundo e de expressão.

Desde os primeiros anos, as crianças exploram e conhecem os elementos da linguagem visual e musical, pintando, esculpindo, criando, apreciando trabalhos de outras crianças e de artistas consagrados e visitando exposições.

Da mesma forma, em aulas de Música, aprendem a ouvir e a canta músicas de diferentes épocas e estilos; aprendem também a explorar instrumentos, desenvolvendo sua musicalidade.

Língua Estrangeira (Inglês)

Já se sabe que iniciar o ensino de línguas desde cedo apresenta vantagens consideráveis para a aprendizagem: facilita a capacidade de ouvir e pronunciar os sons específicos do idioma. Por isso, o DQ introduziu já no Infantil IV o ensino de Inglês, língua fundamental para o trânsito na cultura do mundo globalizado.